Hector Assunção fecha terceira etapa do Brasileiro de Motocross com vitória

 Fagundes Varela (RS) – Líder desde a primeira volta, o paulista Hector Assunção fechou a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross 2021 com vitória na prova da Elite MX, neste domingo (3/10), em Fagundes Varela (RS). A corrida somou importantes pontos para a categoria MX1, na qual o piloto da equipe Honda Racing foi o segundo colocado da etapa, acelerando a motocicleta CRF 450R.

Hector Assunção, da equipe Honda Racing, vence prova da Elite MX na terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2021. Crédito: Idário Café/Mundo Press
Hector Assunção, da equipe Honda Racing, vence prova da Elite MX na terceira etapa do Brasileiro de Motocross 2021. Crédito: Idário Café/Mundo Press

Na prova específica da MX1, que abriu as disputas da classe em solo gaúcho, Assunção ficou em quinto lugar. Com os resultados, ele soma 112 pontos e sobe para a terceira posição na briga pelo título nacional da MX1. “A estava ficou bem técnica por conta da chuva, com bastante buraco e canaleta, difícil de andar. Na primeira bateria, não consegui me soltar e errei nas linhas, mas na segunda corrida, da Elite MX, resolvi esses problemas e andei super bem, fiquei muito à vontade com a moto. Foi uma vitória importante, que deu um gás para eu treinar mais e conquistar mais vitórias”, declara o piloto.


Também com a motocicleta Honda CRF 450R, o equatoriano Jetro Salazar confirmou o quarto lugar na soma das corridas válidas pela MX1 - incluindo a segunda colocação na bateria específica para a classe. Desta forma, ele assumiu o quarto lugar na tabela da MX1, com 107 pontos. “Fiz uma primeira bateria muito boa, com ótimo ritmo. Cheguei perto do líder, mas não consegui ultrapassar, o que me deixou um pouco chateado. A segunda bateria do dia não foi como eu esperava, mas agora vamos ter um tempo para trabalhar e focar na próxima etapa do Brasileiro”, avalia Salazar.  

Na MX2, os representantes da equipe Honda Racing foram o catarinense Leonardo Souza e o gaúcho Henrique Henicka. Os dois competem com as motos Honda CRF 250R. Vale lembrar que a prova da categoria Elite MX também somou pontos para a classificação da categoria.


“Foi uma etapa difícil, a pista ficou complicada, com bastante buraco, e eu tive um pouco de dificuldade. Senti dor no ombro, mas fechei bem o fim de semana e quero recuperar para as próximas etapas”, explica Souza, sétimo colocado na soma dos resultados da MX2. Ele está em quinto lugar na tabela da categoria (100 pontos).  


Henicka encerrou as disputas da etapa em nono lugar. Assim, ele ocupa o oitavo posto na classificação da MX2, com 77 pontos. “Fechamos a etapa na lama, com chuva e vento. O Rio Grande do Sul é assim mesmo. Foram duas corridas longas para mim, infelizmente eu caí duas vezes na prova da Elite MX, mas tive muitos aprendizados. Vamos para a próxima”, conclui o competidor de 17 anos.

Honda Circuit FK Racing – A equipe satélite Honda Circuit FK Racing também esteve em ação neste domingo. Gustavo Pessoa foi o sexto colocado na soma das corridas da MX1 e agora ocupa o quinto lugar na classificação da categoria (106 pontos). 


O próximo desafio pelo Campeonato Brasileiro de Motocross 2021 está marcado para os dias 19, 20 e 21 de novembro, com a realização da quarta e da quinta etapas em Atibaia (SP). A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, DID, Zeta e Seguros Honda.
 
Campeonato Brasileiro de Motocross 
Resultados 3ª etapa – Fagundes Varela (RS)

Classificação do campeonato – Após 3 etapas (cinco primeiros)


MX1
1 – #38 Fábio Santos – 137 pontos
2 – #115 Carlos Campano – 119 pontos
3 – #30 Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 112 pontos
4 – #60 Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 107 pontos
5 – #891 Gustavo Pessoa – Honda Circuit FK Racing – Honda CRF 450R - 106 pontos 


MX2
1 – #1 Lucas Dunka - 150 pontos
2 – #97 Pepê Bueno - 120 pontos
3 – #146 German Bratschi – 113 pontos 
4 – #61 Fred Spagnol – 102 pontos
5 – #45 Leonardo Souza – Honda Racing – Honda CRF 250R – 100 pontos
8 – #75 Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 77 pontos
19 – #491 Gabe Gutierres – Honda Circuit FK Racing – Honda CRF 250R – 13 pontos

Soma dos resultados da 3ª etapa - MX1
1 – #38 Fábio Santos – 47 pontos
2 – #30 Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 41 pontos
3 – #115 Carlos Campano – 40 pontos
4 –#60 Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 37 pontos
5 – #127 Anthony Rodriguez – 36 pontos
6 – #891 Gustavo Pessoa – Honda Circuit FK Racing – Honda CRF 450R – 30 pontos

Soma dos resultados da 3ª etapa - MX2
1 – #1 Lucas Dunka – 50 pontos
2 – #97 Pepê Bueno – 40 pontos
3 – #146 German Bratschi – 38 pontos
4 – #61 Fred Spagnol – 34 pontos
5 – #10 Gabriel Andrigo – 32 pontos
7 – #45 Leonardo Souza – Honda Racing – Honda CRF 250R – 29 pontos
9 – #75 Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 25 pontos

Corrida Elite MX
1 – #30 Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R
2 – #38 Fábio Santos
3 – #115 Carlos Campano
4 – #127 Anthony Rodriguez
5 – #891 Gustavo Pessoa – Honda Circuit FK Racing – Honda CRF 450R 
6 – #60 Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R

Corrida MX1
1 – #38 Fábio Santos
2 – #60 Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R
3 – #115 Carlos Campano
4 – #127 Anthony Rodriguez
5 – #30 Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R
7 – #891 Gustavo Pessoa – Honda Circuit FK Racing – Honda CRF 450R 

Corrida MX2
1 – #1 Lucas Dunka
2 – #97 Pepê Bueno
3 – #10 Gabriel Andrigo
4 – #61 Fred Spagnol
5 – #146 German Bratschi
6 – #45 Leonardo Souza – Honda Racing – Honda CRF 250R
7– #75 Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R


Mundo Press - Assessoria de Imprensa da Honda Racing Brasil  

Jornalista responsável: Ângela Monteiro    

Share on Google Plus

Publicado por Velocross News

0 comentários:

Postar um comentário