VIDEO - Andy Hensel: Um piloto que superou os limites do corpo


Imagine se alguém te falar que você nunca mais vai poder pilotar novamente. Pior ainda, você tem pouca chance de voltar a andar. Deitar em uma cama de hospital sem sentir metade do seu corpo… esse é o pior pesadelo dos pilotos. Apesar do medo, o amor pelo esporte supera tudo e sempre deixamos isso de lado e acabamos decidindo subir mais uma vez na moto.   
Andy Hensel teve sua vida virada de cabeça para baixo quando um backflip deu errado e deixou ele paralisado do peito para baixo.
O australiano de 32 anos estava em um campeonato nacional em 2012 quando ele decolou do salto e imediatamente já soube que iria cair.
Ele se lembra do momento exato após o acidente em que ele olhou para baixo e viu suas pernas dobradas para trás em um ângulo estranho. Nesse momento ele soube que o dano tinha sido grave. “Cara, eu não sinto meu estômago.. Não consigo sentir minhas pernas.” - disse ele na hora do acidente.
Imediatamente foi levado ao Hospital Royal North Shore em Sydney, onde descobriu que quebrou a 5ª e 6ª vértebra da coluna, danificando seriamente sua coluna vertebral. Ele ainda teve dois coágulos sanguíneos, tudo isso o deixou imóvel do peito para baixo.
Mas, ao invés de usar todas as notícias negativas do seus médicos como desculpa para acabar com a sua carreira, Hensel usou a negatividade como motivação. Ele disse: “Me diga que eu tenho vértebras quebradas, mas não me diga que vou precisar deixar de fazer algo.”
Para o americano Andy Hensel, agora paraplégico, sentar lá e esperar a vida passar junto com suas esperanças e sonhos não era uma opção. Enfrentando seu maior obstáculo cara a cara, ele levou tudo isso como motivação para se esforçar e correr atrás dos seus sonhos. 

Quatro semanas depois do acidente que mudou a sua vida, Hensel foi para um centro de reabilitação onde começou duas sessões de fisioterapia e outras duas sessões de exercícios na academia por dia.
Andy estava se adaptando para a vida em uma cadeira de rodas e finalmente voltando a viver novamente. “Meus objetivos e sonhos não tinham mudado,” disse Andy. “Só o meu corpo mudou. Eu ainda consigo fazer a maioria das coisas que eu quero, mas agora preciso executá-las de outra forma.”


Não muito depois disso, ele se reuniu com seus amigos de motocross de sentiu a necessidade de voltar a pilotar. Prendendo suas pernas e cintura em uma 50cc adaptada, ele conseguiu acelerar em uma rampa e fazer um perfeito backflipaterrisando nas espumas.
Ele se lembra de estar apavorado e revigorado, ao mesmo tempo. “Eu estava com muito medo mas de repente senti aquela bomba de adrenalina em mim.”
“A primeira coisa que eu disse foi ‘nem é tão difícil assim’” - complementou.
Hensel continuou praticando os backflips aterrisando em espuma, com o objetivo de ser o primeiro paraplégico a conseguir fazer um backflip aterrisando na pista. Em 29 de março de 2014 ele finalmente realizou esse sonho
 O que a história de Hensel nos ensina?


A persistir nos nossos sonhos, claro. Mas, não só isso: é preciso treinar muito para estar seguro nas manobras feitas em pista. Acidentes acontecem e se proteger com treino e equipamentos próprios é uma forma de driblar muitos desses problemas. Se você já sofreu algum acidente com sua moto off road e ficou impossibilitado de pilotar, não desista. Com persistência, os cuidados certos e tempo para recuperação logo seus dias na trilha ou levantando poeira na pista logo voltarão.


FONTE: BLOG MX PARTS
Share on Google Plus

Publicado por RAFA

0 comentários:

Postar um comentário