Motociclista é preso depois de filmar ele mesmo a mais de 300 km/h na Inglaterra

Um motociclista foi preso por rodar a mais de 300 km/h e fazer manobras perigosas nas ruas, informou a polícia de Nottingham, na Inglaterra. Com as provas dos crimes filmadas por ele mesmo, Adam Campion, de 26 anos, se declarou culpado e recebeu condenação a 21 meses de prisão.

Além de empinar moto e quebrar o limite de velocidade, ele também foi considerado culpado, na última quinta-feira (19), por receptar bens roubados .
"Eu espero que esta sentença faça aqueles que colocam eles mesmos e outros em perigo, por dirigir perigosamente, pensar duas vezes", disse Glenn Longden, inspetor comandante do distrito de Ashfield.
“O uso ilegal e perigoso de motocicletas é um problema enorme para nossas comunidades", afirmou o inspetor.
Velocímetro mostra Adam Campion a 189 milhas por hora, equivalente a mais de 300 km/h (Foto: Reprodução/Youtube)Velocímetro mostra Adam Campion a 189 milhas por hora, equivalente a mais de 300 km/h (Foto: Reprodução/Youtube)
Velocímetro mostra Adam Campion a 189 milhas por hora, equivalente a mais de 300 km/h (Foto: Reprodução/Youtube)
Em 2016, a polícia encontrou ligações de Campion ao roubo de uma moto e os investigadores fizeram uma busca em sua residência.
As autoridades então encontraram diveros vídeos mostrando manobras arriscadas de Campion e outros motociclistas, que seguem sendo investigados.
Em um dos vídeos, Campion pilota uma motocicleta com apenas uma mão e utiliza a outra para filmar a uma velocidade de 189 milhas, equivalente a 304 km/h.
Outros motociclistas também estão sendo investigados no caso que teve Adam Campion preso na Inglaterra (Foto: Reprodução/Youtube)Outros motociclistas também estão sendo investigados no caso que teve Adam Campion preso na Inglaterra (Foto: Reprodução/Youtube)
Outros motociclistas também estão sendo investigados no caso que teve Adam Campion preso na Inglaterra (Foto: Reprodução/Youtube)
fonte: G1
Share on Google Plus

Publicado por Velocross News

0 comentários:

Postar um comentário