AMA Motocross segue para Washougal com baixas importantes



Com 20 pontos de vantagem na classificação geral, Eli Tomac está com a faca e o queijo nas mãos para conquistar seu primeiro título na 450. O principal trabalho do piloto Kawasaki nesta reta final é evitar um desastre. Sábado passado em Spring Creek ele passou perto, com uma má largada na primeira bateria e uma forte queda na segunda - seguida de outra queda durante a recuperação - mas ainda assim fechou o dia com mais um ponto sobre seu mais direto oponente Blake Baggett.




Depois de sofrer com problemas num dos joelhos e um erro que lhe custou o abandono na segunda bateria de Southwick, Marvin Musquin apareceu revitalizado com a dupla vitória em Spring Creek. Entretanto, a 60 pontos do líder (e 40 do vice-líder), as chances do francês reverter a situação são remotas. A oportunidade mais plausível para a KTM se encontra com Baggett na equipe satélite Rocky Mountain. Sua lesão no dedão, adquirida no choque com Jason Anderson em Red Bud, permanece uma incógnita, difícil de mensurar o quanto está afetando sua performance. Muitos até questionam a possibilidade dele participar do Motocross das Nações. Apesar da boa segunda posição em Southwick, não foi mais capaz de enfrentar Tomac quando se encontraram na pista.



Na 250 a situação fica cada vez mais confortável para Zach Osborne. Nem mesmo uma falha no motor em Spring Creek foi capaz de abalar sua liderança. O piloto da Husqvarna ainda venceu a segunda bateria e amenizou completamente os prejuízos com a oitava posição da primeira corrida. Para ajudar, seu adversário mais próximo não corre neste sábado em Washougal....



Zach Osborne


Quem está fora

A principal novidade da etapa fica por conta da ausência de Alex Martin. Segundo colocado na classificação, 43 pontos atrás de Osborne, machucou clavícula e ombro numa queda durante os treinos. Sua condição não foi plenamente esclarecida pela Troy Lee Designs KTM, mas há esperança que o piloto retorne na décima etapa, após uma semana de folga no campeonato.

Cooper Webb é mais um que entra na lista de baixas. O piloto da Yamaha lesionou o menisco em Millville e fica pelo menos uma etapa fora. "Estou feliz pela lesão não ter sido tão grave. Estarei de volta para as três últimas etapas do campeonato", comentou o piloto da Yamaha.

Jason Anderson fica mais uma etapa fora. O piloto feriu as mãos numa queda treinando de bicicleta durante a semana antes de Millville. Até tentou competir na etapa passada, mas abandonou a prova após apenas duas voltas. Assim como Webb, deve aproveitar esse final de semana e o próximo para se recuperar para as três etapas finais a partir de Unadilla.

Cronograma das baterias (horário de Brasília)
17:10 250 Class Moto #1 
18:10 450 Class Moto #1 
19:10 250 Class Moto #2 
20:10 450 Class Moto #2


Share on Google Plus

Publicado por Velocross News

0 comentários:

Postar um comentário