Com show de raça e técnica, Humberto Martin vence o Arena Cross em Ourinhos

Terceira etapa da competição viu o venezuelano vitorioso. Jean Ramos segue líder do campeonato


Em duas provas de tirar o fôlego, o Arena Cross viu a situação da categoria PRO do seu campeonato se embolar de vez com o show de raça do piloto venezuelano Humberto Martin #101 (Rota K-Reganhão Racing/Kawasaki) que com uma terceira colocação na primeira bateria e uma grande vitória na segunda bateria, conquistou a terceira etapa da competição em evento realizado na cidade de Ourinhos, Interior de São Paulo, marcando 32 pontos. Além dele, com as somatórias de resultados das duas provas, completaram o pódio o brasileiro Dudu Lima #2 (Kawasaki/EMG) na segunda colocação com 27 pontos somados e Hector Assunção #30 (Honda Racing), em terceiro, com os mesmos 27 pontos.

1ª Bateria PRO
Disputa eletrizante. Nem o mais otimista dos apaixonados pelo Arena Cross poderia prever uma prova com tantas reviravoltas e que acabou com a vitória do brasileiro Hector Assunção #30 (Honda Racing). Largando bem, Jean Ramos #1 (Yamaha/Geração) assumiu a ponta da prova logo de cara e seguido pelo português, Paulo Alberto #211 (Honda Racing), dava mostras de que a disputa seria novamente entre ambos. Após uma queda do lusitano, Ramos viu o venezuelano Humberto Martin #101 (Rota K-Reganhão Racing/Kawasaki) e Assunção assumirem a ponta da prova. Martin acabou sofrendo uma queda e abriu caminho para que Hector Assunção conduzisse a prova sem maiores dificuldades, confirmando a vitória na primeira bateria.

2ª Bateria PRO
Para lavar a alma do venezuelano Humberto Martin #101, uma vitória convincente e praticamente de ponta a ponta. Largando bem novamente, Jean Ramos #1 mais uma vez assumiu a ponta logo de cara, mas em um dia de azar, o brasileiro teve que acompanhar de longe a grande prova feita por “Machito”. A vitória veio com mais de 5 segundos de vantagem sobre Dudu Lima #2 (Kawasaki/EMG), segundo colocado e João Ribeiro #282 (Ipiranga/Honda) em terceiro. A supremacia foi tanta que Martin colocou uma volta em cima do favorito, Jean Ramos #1.

Classificação após as duas provas:
1º Humberto Martin #101 - Rota K - Reganhão Racing/Kawasaki
2º Dudu Lima #2 - Kawasaki/EMG
3º Hector Assunção #30 - Honda Racing Brasil
4º Adam Chatfield #407 - Dunas/Honda
5º Jean Ramos #1 - Yamaha/Geração
6º João Pedro Ribeiro #282 - Ipiranga/Honda
7º Marcello Lima #5 - Kawasaki/EMG
8º Jetro Salazar #920 - Escuderia X/Honda
9º Caio Lopes #134 - Rota K - Reganhão Racing/Kawasaki
10º Thales Villardi #27 – Subs27/Husqvarna
11º Paulo Alberto #211 - Honda Racing Brasil
12º Leandro Pará #958 - Escuderia X/Honda
13º Lucas Dunka #934 - Escuderia X/Honda
14º Fábio Santos #4 - Yamaha/Geração

Classificação do Campeonato após duas etapas – PRO
1º Jean Ramos #1 - Yamaha/Geração – 85 pontos
2º Hector Assunção #30 - Honda Racing Brasil – 68 pontos
3º Adam Chatfield #407 - Dunas/Honda – 67 pontos
4º Humberto Martin #101 - Rota K - Reganhão Racing/Kawasaki – 66 pontos
5º Dudu Lima #2 - Kawasaki/EMG – 54 pontos
6º Paulo Alberto #211 - Honda Racing Brasil – 51 pontos
7º Jetro Salazar #920 - Escuderia X/Honda – 51 pontos
8º Marcello Lima #5 - Kawasaki/EMG – 47 pontos
9º João Pedro Ribeiro #282 - Ipiranga/Honda – 32 pontos
10º Caio Lopes #134 - Rota K - Reganhão Racing/Kawasaki – 32 pontos
11º Lucas Dunka #934 - Escuderia X/Honda – 29 pontos
12º Thales Villardi #27 – Subs27/Husqvarna – 22 pontos
13º Leandro Pará #958 - Escuderia X/Honda – 21 pontos
14º Fábio Santos #4 - Yamaha/Geração – 14 pontos
15º Mattis Karro #91 – Honda/Racing – 2 pontos


Duelo 1x1
Abrindo a noite de disputas do Arena Cross, Hector Assunção #30 e Humberto Martin #101 duelaram pela pontuação extra na classificação do campeonato. Soberano desde a largada, Hector liderou a disputa de ponta a ponta, sendo ameaçado apenas no final da segunda volta. Com a vitória, Assunção garantiu 2 pontos na classificação do campeonato, enquanto Humberto “Machito”Martin faturou 1 ponto com a derrota.

Duelo 1x1 Ídolos
Mais uma noite de festa entre os ídolos do motocross Rafael Ramos #6 representando o Brasil e Gene Fireball #1 representando os Estados Unidos. A disputa fica de lado perto do show que ambos oferecem aos torcedores. Dentro das pistas, mais uma vez deu Brasil. Fireball não foi páreo para o talento do brasileiro que venceu a terceira disputa entre ambos.


50cc
Como já era de se esperar, o domínio do pequeno prodígio Rafael Becker #7 foi do início ao fim. Ele, que não sabe o que é perder em uma prova do Arena Cross há muito tempo foi novamente soberano e sem dar chances para os adversários. A vitória veio de maneira tranquila, com Bernardo Tibúrcio #3 em segundo e Lucas da Silva #17 na terceira colocação.
Classificação da prova - 50cc
1º Rafael Becker #7
2º Bernardo Tibúrcio #3
3º Lucas da Silva #17
4º Francisco Emílio #6
5º Luiz Henrique Tapari #158
6º Eduardo Araújo #77
7º João Aquino #5
8º Nikolas Tapari #22

Campeonato 50cc
1º Rafael Becker #7 - 60 pontos
2º Lucas da Silva #17 - 45 pontos
3º Francisco Emílio #6 - 37 pontos
4º Luiz Henrique Tapari #158 - 35 pontos
5º Bernardo Tibúrcio #3 – 34 pontos
6º Nikolas Tapari #22 - 25 pontos
7º Eduardo de Araújo #77 – 20 pontos
8º Felipe Marques #160 – 17 pontos
9º Arthur Duarte #65 – 17 pontos
10º Giovana Duarte #128 - 13 pontos
11º João Aquino #5 – 9 pontos
12º Matheus Lima #515 – 9 pontos
13º Breno Baltazar #222 – 6 pontos
14º Artur Miranda #210 – 0 pontos
15º Renato Cobucci #50 – 0 pontos

Esta foi a primeira vez que o Arena Cross desembarcou na cidade de Ourinhos e o sucesso do evento se confirmou com o delírio e a vibração do público presente a cada manobra na pista. Com lotação máxima, as arquibancadas foram tomadas por quase 7 mil pessoas que se reuniram em uma grade ação social. No total, quase 10 toneladas de alimentos foram arrecadadas e repassadas ao Fundo Social de Solidariedade do município.

Presente no evento, o deputado estadual, Wellington Moura fez questão de valorizar a grandiosidade do Arena Cross. “Um evento de grande porte, que se consolidou como um dos maiores do Brasil. É fantástico ver tantas famílias nas arquibancadas e isso só confirma o quanto o esporte é importante na vida dos brasileiros” comentou.

Para o prefeito de Ourinhos, Lucas Pocay, o Arena Cross foi sinônimo de sucesso para a cidade. “Uma verdadeira mobilização e que deu certo. A resposta da cidade foi muito positiva. Conseguimos colocar Ourinhos na rota dos grandes eventos esportivos com a realização de uma das maiores competições do Brasil em nossa cidade. Muito feliz pelo resultado e por ver que além de tudo, ainda iremos oferecer esses alimentos arrecadados para a população que mais precisa da nossa atenção”, afirmou.

Redes Sociais:
Siga o Arena Cross nas redes sociais e fique atualizado com notícias, fotos e vídeos das provas, além de bastidores do evento.
Facebook: Arena Cross Brasil
Instagram: @arenacrossbr
Youtube: Arena Cross Brasil

Arena Cross 2017:
Apoio - Prefeitura de Ourinhos, Câmara Municipal de Ourinhos, Two Strokes, Revista Moto, Revista Dirt Action, Moto Channel Brasil, Ticket3, Hiper Moto Honda, Pão de Açúcar, ABN TV e Rádio DivisaFM.
Co-patrocínio – Honda e Monster Energy
Patrocínio – Shell VPower
Supervisão - Linem
Realização - Instituto Dakpa, Governo do Estado de São Paulo
Share on Google Plus

Publicado por Velocross News

0 comentários:

Postar um comentário